Caminhos de Pedra em Bento Gonçalves, saiba o que fazer por lá 

postado em: Brasil | 8
2 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 LinkedIn 2 Google+ 0 Filament.io 2 Flares ×

O interior do Rio Grande do Sul é um lugar incrível. Com paisagens lindas, casas antigas e um povo hospitaleiro. Bento Gonçalves foi uma das cidades que conheci, e lá o Caminhos de Pedra é um dos pontos turísticos mais famosos na cidade. O turismo gira em torno da enogastronomia. Há muitas opções para se provar suas delícias. 

Neste texto falo de forma geral sobre os pontos turísticos da cidade, inclusive nele, cito o Caminhos de Pedra. 

 

Vista da Vinícola Fontanari - Caminhos de Pedra
Vista da Vinícola Fontanari – Caminhos de Pedra

 

O que é o Caminhos de Pedra 

É uma estrada onde os imigrantes iniciaram suas plantações. No Caminhos de Pedra você encontrará pontos turísticos que guardam a tradição deixada pelos primeiros habitantes que chegaram nesta região. 

São construções antigas, feitas em pedra e madeira, e que têm muita história para contar. E uma paisagem lindíssima. As casas eram feitas em pedra na parte inferior e madeira na parte superior. A parte de pedra, por manter a temperatura bem baixa, era usada como despensa, para conservar alimentos. Já a parte de cima era utilizada como moradia. 

O Caminhos de Pedra está a 6 km do centro da cidade de Bento Gonçalves. É possível fazer o passeio de bike, pois o caminho desde o primeiro ponto até o último tem em torno de 8 km apenas, totalizando 14 km, desde o centro da cidade. Não há muitas subidas no Caminhos de Pedra, mas é interessante ir de carro até o início e levar a bike, pois a parte que liga a cidade ao Caminhos, tem algumas subidas. Também é possível fazer o trajeto a pé, mas é necessário tempo, bom preparo físico e disposição. 

Eu fiz o passeio de carro, pois queria aproveitar ao máximo os quatro dias que tinha na cidade. Saímos do hotel, por volta das 9h00. Nossa primeira parada foi a Vinícola Fontanari, uma construção imponente no alto da colina. É um lugar simples por dentro. Lá é possível degustar vinhos e sucos. No local há banheiros do lado de fora que foram feitos dentro de pipas utilizadas antigamente na elaboração dos vinhos, achei o máximo. A vinícola é muito linda, rende boas fotos e uma bela vista da linda região. 

 

Vinícola Fontanari - Caminhos de Pedra
Vinícola Fontanari – Caminhos de Pedra

 

O que conhecer no Caminhos de Pedra 

Há placas por todo o caminho informando sobre os pontos turísticos do Caminhos de Pedra. No início do há o centro de informações onde você pode pegar o mapa da região. 

O segundo ponto que parei foi na Casa da Ovelha, local onde são feitos queijos, doces e iogurtes com leite de ovelha e artesanatos com sua lã. Neste texto falo sobre os iogurtes da Casa da Ovelha. Também esperimentei o doce de leite deles, é delicioso. 

Na Casa da Ovelha há o Parque da Ovelha, onde é possível fazer uma visita guiada para conhecer a criação dos animais e até dar mamadeira aos carneirinhos entre outras atrações, como pastoreio do rebanho, tosquia e degustação de produtos. O ingresso custa R$ 50,00 adulto e R$ 25,00 crianças. Horário de visita ao Parque da Ovelha é segundas das 9h30 às 17h30 e nos outros dias das 9h00 às 17h30, com última entrada ao parque as 16h15. 

 

Ovelhas no Caminhos de Pedra
Ovelhas no Caminhos de Pedra

 

Meu próximo ponto de parada foi a Casa das Massas e Artesanatos, onde são vendidas massas artesanais, cosméticos feitos de uva e artesanatos. No primeiro andar da casa há um pequeno museu de utensílios e ferramentas utilizados no início da imigração. Muito interessante a visita. 

Ao lado da Casa das Massas e Artesanatos há a Casa da Tecelagem e o Porão de Pedra. Na Casa da Tecelagem há teares manuais, onde algumas artesãs ainda produzem peças em linha e lã. E em frente ao ateliê está a loja onde são vendidas as peças confeccionadas por elas, são peças muito bonitas. 

Porão de Pedra é uma loja de pedras encontradas na região, com vários itens para um presente mais sofisticados, colares, brincos e anéis com pedras, jogos de dominó e xadrez em pedra. São artigos muito sofisticados e bonitos, um belo presente. 

 

Casa das Massas e Tecelagem - Caminhos de Pedra
Casa das Massas e Tecelagem – Caminhos de Pedra

 

Outros pontos de parada no Caminhos de Pedra 

Casa da Erva Mate, de um lado da estrada está a loja onde são vendidos artesanatos feitos em madeira, cuias para chimarrão e a erva mate. Entrando na loja um rapaz convida os clientes a experimentarem o mate. Ele prepara o mate enquanto ensina como prepara-lo, nunca tinha experimentado o chimarrão, e confesso que tinha um certo preconceito. Mas provei e gostei, pensava que seria algo amargo, mas é muito bom. 

Do outro lado da estrada está o casarão onde há o forno a lenha que é utilizado para o sapeco das folhas da erva mate e moinho antigo onde é feita a trituração das folhas. É possível fazer uma visita ao casarão por R$ 5,00 por pessoa, onde uma funcionária da loja explica sobre o cultivo e processamento da erva mate. Também mostra o funcionamento do moinho de roda d’água e o duto feito em pedra para levar a água até ele e movimentar o maquinário. Adorei este passeio e recomendo muito. Lugar repleto de história, lindo e bem cuidado.

 

Casa Erva Mate - Caminhos de Pedra
Casa Erva Mate – Caminhos de Pedra

 

Voltando para Bento Gonçalves 

Ainda no Caminhos de Pedra, mas já retornando para a cidade, parei na Casa do Tomate, nome engraçado né?. Mas é isso mesmo que encontramos lá. Este ponto fica fora da estrada pavimentada, numa entradinha para uma estrada de chão, muito bem conservada.  

Lá você encontrará um restaurante o Del Pomodoro e uma loja de produtos feitos com tomates, obviamente…rs. Quase tudo é feito de tomate, é uma infinidade de produtos, molhos, chutney’s, antepastos, etc. Além de degustar os produtos, há também uma guia que conta a história da região do Caminhos de Pedra e fala também sobre os produtos elaborados na Casa do Tomate. É cobrado um valor simbólico pela apresentação da história e a degustação, de R$ 2,00 por pessoa. 

Minha última parada no Caminhos de Pedra, foi na Casa dos Doces Predebom. Por lá são feitos vários tipos de doces de frutas, compotas, marmeladas e frutas desidratadas. Todos feitos artesanalmente pela proprietária. Além dos doces, no fundo da loja há um estacionamento e de lá se tem a vista de uma linda cachoeira. 

 

Restaurante Nona Lúdia - Caminhos de Pedra
Restaurante Nona Ludia – Caminhos de Pedra

 

Onde comer no Caminhos de Pedra 

O que não falta por lá são restaurantes. 

Eu experimentei o Casa Vani, muito famoso e recomendado. Mas confesso que não dei sorte, pedi uma massa e não gostei muito. O prato de massa individual custou R$ 50,00. 

Mas há muitas opções, na Caso do Tomate há o Del Pomodoro. Outro que vi muitos blogs citando é o Nona Ludia que fica no início do caminho numa casa antiga e linda (este da foto aqui em cima), além do almoço, terá lindas fotos. Todos os pontos têm estacionamento. 

Estes que citei são apenas alguns pontos para serem visitados no Caminhos de Pedra, mas há muitos outros que não tive tempo de conhecer. Pelo caminho você encontrará placas enormes com todos os pontos, e também no centro de informações ou na Casa da Ovelha poderá retirar o mapa da região. Já visitou o Caminhos de Pedra? Como foi seu passeio? O que mais conheceu além dos lugares que citei? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui embaixo. Será um prazer lhe responder. Gostou desta dica? Então siga o blog no Facebook, Instagram e Pinterest para saber mais novidades. Até o próximo post.

2 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 LinkedIn 2 Google+ 0 Filament.io 2 Flares ×
Seguir Alessandra Lima:

SEO e Redatora

Sou Alessandra, uma pessoa apaixonada por viagens. Sou formada em Comércio Exterior e escrevo o blog De Cá Pra Lá desde 2014. Adoro ler e tirar fotos, principalmente das paisagens dos novos lugares que conheço. Seja bem vindo ao blog De Cá Pra Lá.

8 Respostas

  1. Pense num destino que me conquistou sem esforço algum! Este que você acabou de me apresentar. Devo dizer que já me ganhou no parágrafo inicial quando você falou de lindas paisagens, casas antigas e ainda enogastronomia. Quantas palavras mágicas!

    À medida que fui caminhando pelo texto a certeza de que devo visitar só ia aumentando!!!! Na lista desejo! rrsr

    • Oi Analuiza,
      Fico feliz que tenha te inspirado a conhecer Bento Gonçalves.
      A cidade é encantadora, você irá adorar.
      Abraços.
      Alessandra.

  2. Nossa, já tinha ouvido falar de Bento Gonçalves, mas muito pouco e não sabia sobre o caminhos de pedra!
    Adorei conhecer um pouco mais sobre lá, porque ainda não visitei nenhum lugar do Rio Grande do Sul e ando pesquisando bastante ultimamente sobre lá!
    Fiquei com muita vontade de fazer o trajeto, mas acho que arriscaria fazer a pé do que de bike… Acho que dá para aproveitar mais. Mas ficaria meio corrido para conhecer essas paradas né? Ou entre elas tem lugar para se hospedar?
    Adorei o post, fiquei com muita vontade de ir lá conhecer! Valeu por compartilhar =)

    • Olá Luiza,
      Você vai amar o Caminhos de Pedra. Dá pra fazer todos os pontos a pé, porque não a estrada não tem muitas subidas.
      Para fazer o trajeto todo a pé, creio que levará um dia.
      A opção é hospedar em Bento Gonçalves mesmo, ir até próximo ao caminho e continuar a pé. Você vai gostar.
      Abraços.
      Alessandra.

  3. Um passeio muito interessante para fazer estando em Bento Gonçalves, adorei a casa do moinho de água, incrível engenharia antiga.

  4. Que passeio lindo! Amei a história de poder dar mamadeira para os carneirinhos! E que lindos lugares. Ah, tenho que voltar urgentemente a Bento Gonçalvez. Obrigada pela dica!

Deixe uma resposta