Capitólio Minas Gerais, o que fazer neste paraíso?

postado em: Brasil | 24
3 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 1 LinkedIn 2 Google+ 0 Filament.io 3 Flares ×

Capitólio Minas Gerais

A primeira vez que ouvi falar sobre Capitólio, foi há um ano e meio, mais ou menos. Estávamos falando sobre viagens no trabalho e um colega citou o nome desta cidade. Fiz algumas pesquisas, mas na época não havia quase nenhum texto, nem muitas fotos do lugar na internet.

 

Praça do Lago - Capitólio
Praça do Lago – Capitólio

Não dei muito valor, pensei, onde fica isso? Não deve ter nada para fazer neste lugar… nunca ouvi falar…

Parece incrível, mas basta ouvir uma vez sobre um lugar para ele começar a pipocar para todos os lados.

Então depois de um bom tempo, resolvi ir conhecer Capitólio. Com uma população de pouco mais de 8500 habitantes, a cidade está localizada no Sudoeste de Minas Gerais (neste link você encontra dicas sobre outra cidade de Minas Gerais). Estive lá no feriado de Páscoa.

Vista do Lago de Furnas - Capitólio
Vista do Lago de Furnas – Capitólio

Como Chegar a cidade

Saindo de São Paulo pegamos a Rodovia dos Bandeirantes e logo depois a Rodovia Anhanguera, e algumas outras estradas menores. Capitólio fica distante de São Paulo 452 km.

No caminho há vários pedágios com um custo aproximado de R$ 58,00 na ida, e o mesmo valor na volta. Você vai passar por várias cidadezinhas como, Mococa, ainda em São Paulo, Arceburgo, Santo Antonio de Minas, Guaxupé, São Sebastião do Paraíso, Alpinópolis, São João Batista da Gloria e Capitólio, estes últimos todos em Minas Gerais.

 

Partida das Lanchas - Capitólio
Partida das Lanchas – Capitólio

 

O que fazer em Capitólio

Toda a diversão da cidade é baseada em passeios em meio a uma natureza de tirar o fôlego. Um lugar mais lindo que o outro. Capitólio é bem pequena, e na cidade em si não há muito que fazer. Fiquei hospedada em Piumhi, uma cidade vizinha, uma boa opção de hospedagem mais em conta.

Aluguei uma pequena casa pelo Airbnb, apesar de ter um pedágio entre as duas cidades, que é pago na ida e na volta, ainda assim ficou mais em conta, pois o pedágio tem um custo de R$ 5,50.

 

Vista da cidade de Piumhi
Vista da cidade de Piumhi

 

O grande lago de Furnas chega até a entrada da cidade, parando numa praça, de onde você tem uma vista linda deste lago e das montanhas. Na entrada da cidade e possível ver um por do sol lindo.

Na praça você encontrará muitas barracas de artesanatos, doces, xales feitos em tear manual e lanches.

Lago de furnas

O gigante lago que corta muitas cidades de Minas Gerais, tem 1440 km de extensão. Chamado de Mar de Minas tem conquistado grande número de turistas, com sua variedade de passeios náuticos, cachoeiras, piscinas naturais e canyons com até 20 metros de altitude.

 

Vista do Lago de Furnas - Capitólio
Vista do Lago de Furnas – Capitólio

 

Passeios pelo Lago de Furnas em Capitólio

Há varias opções de passeios para serem feitos no Lago de Furnas em Capitólio. Abaixo alguns exemplos.

Passeio de Lancha: quando estive por lá o custo deste passeio estava variando de R$ 70,00 a R$ 100,00 por pessoa, para 2 ou 4 horas respectivamente. As lanchas comportam em torno de 8 pessoas.

Passeio de Chalana: o valor deste passeio custou R$ 45,00 por pessoa e é mais longo, dura em torno de 5 horas. A Chalana comporta 110 pessoas e possui bar e lanchonete a bordo. Fiz este passeio, e a seguir conto como foi o passeio e os percalços ocorridos.

 

Parada Lagoa Azul e Bar Flutuante - Capitólio
Parada Lagoa Azul e Bar Flutuante – Capitólio

 

Como foi meu passeio de Chalana pelo Lago de Furnas

Bom, tínhamos combinado de fazer o passeio de lancha, por 4 horas, pelo Lago de Furnas no primeiro dia em Capitólio. Tínhamos recebido indicação de um dos prestadores de serviços, o Juliano.

Fizemos o depósito de 50% do valor, porém quando chegamos ao lugar marcado, não conseguimos fazer o passeio, pois o pessoal que tinha marcado no mesmo horário não apareceu e quase ficamos sem o passeio.

Mas, no final, o Juliano pediu para uma amiga que organiza passeios de chalana para nos incluir no passeio que ela estava organizando. Então fomos junto com uma família que fretou a chalana para um passeio de Páscoa, e acabamos tendo um passeio super legal, inclusive com música ao vivo.

Mas para fazer passeios de barco, não tem erro, basta chegar à ponte do Rio do Turvo. Lá sempre tem muitos ônibus de turismo estacionados, não tem como não encontrar o local. Claro que em dias de feriados a procura é maior, mas é totalmente possível marcar o passeio ali mesmo, para o mesmo dia, ou para o dia seguinte, aliás, não aconselho agendar antecipadamente.

O passeio de chalana que fizemos passou por dois pontos, as cachoeiras dos Canyons e lagoa Azul. Todos os dois lugares têm paradas para mergulho. E são lugares maravilhosos. As fotos tiradas são lindas. Não dá vontade de sair de lá.

Passeio de Chalana - Capitólio
Passeio de Chalana – Capitólio

 

Cachoeiras em Capitólio

1º dia de passeio

Quando voltamos do passeio de chalana fomos até os Canyons para ter uma vista das cachoeiras e do lago. A vista é maravilhosa, no local há duas cacheiras, uma do lado esquerdo dos Canyons e outra do outro lado da estrada, atrás dos Canyons. Os Canyons ficam há 6 km da ponte do Rio Turvo. E não tem como errar, o local tem muitos carros e ônibus parados.

 

Vista de cima dos Canyons
Vista de cima dos Canyons

 

2º dia de passeio

Paraíso Perdido

No segundo dia em Capitólio, fizemos dois passeios em outras cachoeiras. Fomos conhecer o Paraíso perdido. Este local fica dentro de uma propriedade particular, mais ou menos a 15 km da Ponte do Rio Turvo. Um ponto de referência é a primeira entrada de Furnas, logo após esta entrada, haverá uma placa do lado direito da estrada, com o nome Paraíso Perdido. Você pegará uma estradinha de terra, que estava em ótimo estado quando estive por lá. No caminho há várias placas indicando o Paraíso Perdido.

No local funciona um camping com banheiros e vestiários. Há estrutura para pique nique e churrasco com mesas e bancos em concreto, e também há um restaurante, desta forma é possível passar o dia todo por lá. Para entrar no local onde estão as quedas d’água e toda a estrutura de lazer, é cobrada uma taxa de manutenção de R$ 40,00 por pessoa e você recebe uma pulseira para ficar o dia todo por lá, ou sair e voltar novamente.

Para ver as cacheiras e dar um mergulho você fará uma caminhada de 1500 metros ida e volta. Pelo caminho, por entre as pedras, haverá pegadinhas vermelhas indicando o caminho e há vários monitores também dando instruções. O lugar é muito bonito, vale a pena o valor.

 

Paraíso Perdido - Capitólio
Paraíso Perdido – Capitólio

 

Trilha do Sol – Cachoeira do Limite

O segundo passeio que fizemos neste dia foi para conhecer a Trilha do Sol. Este local fica 1 km antes da Ponte do Rio Turvo, saindo de Capitólio, e também é fácil de encontrar, pois tem uma placa do lado direito da estrada indicando a entrada. O acesso a trilha é feito por uma estradinha de terra que tem 1 km de extensão e é muito bem conservada. Ali também funciona um restaurante e uma pousada, o proprietário cobra R$ 40,00 para entrar e você também receberá uma pulseira identificadora podendo ficar por lá o dia todo.

Trilha do Sol - Capitólio
Trilha do Sol – Capitólio

Neste local há três cachoeiras lindíssimas, com acesso por trilhas. Você fará uma caminhada de 4 km ida e volta para o passeio completo. A caminhada tem uma dificuldade média, pois há subidas e descidas e também uma escada de mais ou menos 50 degraus, mas vale a pena cada passo e cada real investido. O local também conta com monitores para instruções.

A primeira cachoeira que conhecemos lá, foi a cachoeira do Limite, esta queda d’água é bem bonita, toda rodeada por paredes de pedras e um poço bem fundo para um mergulho, que após a caminhada é maravilhoso para refrescar.

 

Cachoeira do Limite - Trilha do Sol
Cachoeira do Limite – Trilha do Sol

 

Trilha do Sol – Cachoeira do Grito

A segunda canhoeira é a do Grito, esta tem a escada para descer, e vale cada degrau. Ela é maravilhosa, tem um poço na parte superior e outro na parte de baixo, que você acessa por uma trilha na encosta, com a ajuda de cabos de aço, mas é curtinha a caminhada, uns 10 metros. Os poços e as quedas tem um visual maravilhoso.

 

Canhoeira do Grito - Trilha do Sol
Canhoeira do Grito – Trilha do Sol

 

Trilha do Sol – Cachoeira do Poço Dourado

A terceira cachoeira é a do Poço Dourado, esta cachoeira é espetacular. Chegando ao final da caminhada, você encontra um pequeno lago e uma abertura nas rochas por onde você entra, e por onde começam as quedas d’água. Você vai andando e parece que está entrando em um santuário, é um lugar maravilhoso. Há muitas pilhas de seixos deixados pelos visitantes nas paredes desta queda d’água, que representam uma vida simples (aqui você encontra uma explicação mais clara sobre este símbolo). Eu senti uma paz imensa ali dentro. Super recomendo este lugar é realmente extraordinário. Mesmo que esteja cansado das outras caminhadas, não desista antes de conhecer esta cachoeira.

 

Cachoeira do Poço Dourado - Trilha do Sol
Cachoeira do Poço Dourado – Trilha do Sol
Cachoeira do Poço Dourado - Trilha do Sol
Cachoeira do Poço Dourado – Trilha do Sol

 

3º dia em Capitólio

Este era o dia que iríamos embora deste paraíso. Então aproveitamos para dar uma volta por Piumhi. Mas só subimos até a capela do cruzeiro de onde tivemos uma vista maravilhosa.

Depois pegamos nossas malas e rumamos em busca de outras atrações. Inicialmente havíamos pensado em conhecer um morro chamado Morro do Chapéu que dizem ter uma vista muito bonita da região. Mas quando paramos num posto de gasolina para pegar informações de como chegar até lá, fomos desencorajados. Nos disseram que a estrada era muito ruim e que dois carros tinham quebrado naquele caminho no dia anterior. Desta forma mudamos de planos.

Paramos na Ponte do Rio Turvo e perguntamos a uma das pessoas que faz passeios pelo lago o que poderíamos conhecer ali por perto. Então ela nos deu a dica de uma outra cachoeira.

 

Piumhi
Piumhi

 

Cachoeira da Capivara

Seguimos então as indicações que nos foram dadas e a mais ou menos 15 km da Ponte do Rio Turvo, vimos uma placa bem grande do lado direito da estrada com a Indicação Cachoeira da Capivara. A placa estava ao lado de um portal e indicava uma outra estrada de terra de 2,5 km. E lá fomos nós novamente.

A estrada também estava em bom estado de conservação. No final encontramos uma cancela com uma cabana, e novamente fomos cobrados para a visita as cachoeiras. Sim as cachoeiras, para nossa surpresa havia duas no local.

 

Cachoeira da Capívara - Capitólio
Cachoeira da Capivara – Capitólio

Pagamos R$ 20,00 por pessoa e entramos, descemos mais uma estradinha de terra, esta era muito mal conservada, mas possível de descer de carro, mesmo um carro mais baixo.

No final desta estradinha havia um estacionamento improvisado, onde paramos o carro, e descemos mais uns 600 metros a pé.

Quando chegamos a queda d’água a visão que tivemos nos deixou de queixos caídos. Não imaginávamos que seria possível ainda encontrar um lugar tão lindo, depois de ter conhecido os outros que citei acima.

 

Cachoeira da Capivara - Capitólio
Cachoeira da Capivara – Capitólio

 

A segunda cachoeira – Cachoeira do Sol

Voltamos ao ponto de partida para descermos o outro lado da estrada e conhecer a Cachoeira do Sol, esta não dava para chegar muito perto com o carro, pois há um pequeno riacho cheio de pedras, que estão soltas e é possível ficar preso ali.

Inclusive precisamos ajudar alguns garotos que tentaram passar pelo riacho e acabaram ficando presos. Demos uma ajuda com orientações para eles saírem do “atolamento” e seguimos o caminho a pé.

 

Cachoeira do Sol - Capitólio
Cachoeira do Sol – Capitólio

Do riacho até a cachoeira, são mais ou menos 1000 metros, entre uma estrada de terra, uma trilha e até uma pequena escalada com ajuda de uma corda. Não é um paredão, mas a descida da trilha é muito íngreme então é necessário um esforço maior e a ajuda destas cordas. E novamente estávamos a frente de um paraíso. Queixo caído novamente.

Não tinha me preparado para entrar na água, pois já estávamos a caminho de São Paulo. Então fui obrigada a entrar na água de roupa e tudo, e foi maravilhoso.

 

Cachoeira do Sol - Capitólio
Cachoeira do Sol – Capitólio

 

Dicas Importantes

  • Utilize muito repelente, pois por serem lugares repletos de vegetação há também os mosquitos.
  • Se ainda não tomou a vacina contra Febre Amarela, antes de ir a Capitólio, tome, depois que estava praticamente voltando para casa fiquei sabendo que Minas Gerais estava com surto da doença.
  • Quando for visitar os Canyons ou outras cachoeiras a beira da estrada, não estacione no acostamento, apesar de ter outros carros parados, a polícia faz ronda por lá e além de multar os carros parados no acostamento, chamam o guincho para leva-los.

 

Canyons - Capitólio
Canyons – Capitólio

 

  • Utilize protetor solar, apesar de o calor não estar muito intenso por lá, o sol está presente o tempo todo.
  • Para andar pelas trilhas vá de tênis, mas leve também uma sandália de borracha, para andar dentro d’água, pois além de ser muito escorregadio, as pedras machucam os pés.
  • Leve um bom suprimento de água, durante a caminhada ajudará a não desidratar. Leve também um lanchinho leve, alguns destes lugares não tem estrutura para alimentação.

 

Trilha do Sol - Capitólio
Trilha do Sol – Capitólio

Onde comer em Capitólio

No primeiro dia na cidade, apesar de a chalana ter um bar com petiscos e bebidas, não comemos muito no barco. Então na volta almoçamos no restaurante que fica bem em frente a marina da Ponte do Rio Turvo, no restaurante de mesmo nome Restaurante do Turvo. Os pratos servidos por eles são a base de truta e tilápia. No cardápio os pratos são apresentados em dois tamanhos para uma ou para duas pessoas. Porém conversando com o garçom descobrimos que a porção para 1 pessoa, serve até 3. E realmente a porção é bem generosa. Pedimos a Traíra desossada e recheada, servida com risoto de champignons e fritas, o prato saiu R$ 90,00, e estava delicioso.

No segundo dia almoçamos no restaurante que fica ao lado do primeiro, Restaurante Águas de Minas. Um restaurante self service por quilo, com uma comidinha simples mas muito saborosa. Não faltou o tradicional e delicioso torresmo mineiro. Não me lembro o valor do quilo, mas as duas refeições, bem servidas ficou R$ 50,00.

Capitólio superou todas as minhas expectativas, nos surpreendeu em todas as visitas que fizemos. Todos os lugares que conhecemos nos deixaram boquiabertos. Indico imensamente conhecerem este lugar e espero que este texto ajude em seu roteiro, e caso tenha dúvidas ou queira uma assessoria para sua viagem é só chamar. Até o próximo post.



Booking.com

 

 

 

 

 

3 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 1 LinkedIn 2 Google+ 0 Filament.io 3 Flares ×
Seguir Alessandra Lima:

SEO e Redatora

Sou Alessandra, uma pessoa apaixonada por viagens. Sou formada em Comércio Exterior e escrevo o blog De Cá Pra Lá desde 2014. Adoro ler e tirar fotos, principalmente das paisagens dos novos lugares que conheço. Seja bem vindo ao blog De Cá Pra Lá.

24 Respostas

  1. Olá pessoal. Fico muito feliz quando vejo tanta gente que vem a Capitólio e gosta da minha cidade natal.
    Quem não conhece tem que conhecer pois tem lugares espetaculares, e sem falar que os capitolinos são bem receptivos. Convido a todos que ainda não conhecem.

    Parabenizo o pessoal do site pois curto muito viajar e sempre acompanho para descobrir lugares interessantes.

    Gostaria de compartilhar meu site com o pessoal que tem muitas dúvidas sobre Capitólio e caso precisem de ajuda
    podem contar comigo.
    http://www.descubracapitolio.com.br

  2. Excelentes dicas para conhecer Capitólio, adorei ver as cascatas, o rio e os trilhos. Parabéns pelo artigo, abraço desde Portugal.

  3. Ainda não conheço!! Dica anotada!! =) Adorei

  4. Capitólio está no topo da minha lista dos destinos mineiros. Espero ir ainda este ano.

  5. Keul Fortes

    Que lugar bonito! Suas fotos estão demais. Minas tem um lugares fantásticos! Obrigada pelas dicas. =)

  6. Capitólio também era um lugar desconhecido para mim, até pouco tempo. Agora já estou morrendo de vontade de conhecer. Gostei de saber que não é tão longe de São Paulo. Gosto de viajar de carro, com calma, no meu tempo. Fiquei encantada com as suas fotos, imaginando como devem ser estas cachoeiras ao vivo. Ótimo post!

    • Olá Alessandra, obrigada.
      Você vai adorar este lugar, as cachoeiras realmente são maravilhosas e todo o esforço despendido para conhece-las vale demais a pena.
      Abraço,
      Alessandra.

  7. Capitólio teve um boom no último ano. Parece que o Brasil descobriu esse lugar lindo! Tem muita coisa pra fazer por lá, mas o meu preferido é o passeio pelo lago de furnas.
    Ótimo post, cheio de dicas!

    • Oi Patrícia, realmente era um paraíso escondido.
      O lugar é lindo. Fico feliz que tenha gostado do post. Obrigada.
      Abraço,
      Alessandra.

  8. Lugar lindo!! Minas tem uns cantinhos muito fotogênicos.. Essas cachoeiras em dias de calor devem ser incríveis!! Adorei conhecer capitólio através do seu post.

    Abs

    • Olá Oscar, realmente, Minas tem lugares encantadores.
      Capitólio é quase o paraíso.
      Fico feliz que tenha gostado do post.
      Abraço,
      Alessandra.

  9. Que lugar lindo! Eu também nunca ouvi falar de Capitólio. Agora, vou ter que ir também, hehehehe. O que são aqueles canyons? Que espetáculo! Adorei o post e a dica nova.

  10. Acredita que embora seja mineira faz anos que não vou a Capitólio? Pelo seu post, vi que algumas coisas mudaram, então está na hora de voltar.

    • Olá Gisele, Minas é um estado lindo, com lugares maravilhosos.
      Capitólio é maravilhosa. Vale a pena você voltar.
      Abraço.
      Alessandra.

  11. Acredita que eu só soube da existência de Capitólio há pouquíssimo tempo atrás? Um pecado né?
    Mas agora com a sua matéria já tenho dicas suficientes para uma experiência incrível por lá! Ficou show!

  12. Engraçado como Capitólio, do nada, surgiu como grande potencia desse verão né? Cachoeiras lindas e esse monte de esporte pra fazer… como ninguém tinha descoberto antes? =)

Deixe uma resposta