Paris, a cidade que encanta

postado em: França | 2
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Paris! esta cidade é um sonho. Ficamos hospedados em um hotel próximo a Torre Eiffel, um ponto bastante estratégico, pois é possível conhecer vários lugares a pé. E caminhar por Paris é tudo de bom. Passamos 4 dias na cidade depois do cruzeiro que fizemos partindo de Barcelona.

Mas claro que, para quem não gosta de longas caminhadas, existe o ônibus de turismo que você paga € 31,50 para um dia e € 35,10 para dois dias de passeio, por adulto. E então você pode subir e descer do ônibus quantas vezes quiser, nos pontos de seu interesse. Neste link você encontrará mais informações e poderá comprar seu ticket antecipadamente, que também pode ser comprado no próprio ônibus.

E por falar em hospedagem bem localizada. Precisa  de hotel para sua viagem? Faça sua cotação por aqui. Além de conseguir a melhor hospedagem pelo menor preço, você ajuda o blog De Cá Pra Lá a continuar dando dicas para suas viagens.

Paris
Paris
Torre Eifel
Torre Eifel

Torre Eifel – Paris

Iniciamos o passeio pela Torre Eiffel, o ponto turístico mais famoso da cidade. É bom comprar o ticket para subida antecipado também, pois em determinadas épocas do ano as filas são gigantescas, veja como comprar neste site

A Torre toda iluminada é ainda mais linda. Construída no século XIX para ser o arco de entrada da Exposição Universal de 1889, em comemoração ao centenário da Revolução Francesa, é a segunda construção mais alta da França com 324 metros e possui 3 níveis para visitação, neste site você encontrará informações dos vários horários para visitação nos diferentes períodos do ano.

Vista da Torre Eiffel
Vista da Torre Eiffel

Catedral de Notre Dame – Paris

Pegamos então, o ônibus de turismo em frente a Torre Eiffel. Nossa primeira parada foi a Catedral de Notre Dame, igreja em estilo gótico.

É uma das mais antigas igrejas da França, construída em 1163, fica localizada na praça de Parvis, e é rodeada pelo rio Sena. Sofreu várias alterações arquitetônicas no decorrer da história, tendo alguns de seus elementos destruídos e vários tesouros roubados. Na época da Revolução francesa, chegou a ser transformada em armazém, até o início de seu restauro em 1844 que durou vinte e três anos.

 

Catedral de Notre Dame
Catedral de Notre Dame

Arco do Triunfo e Champs Élysées- Paris

Quando saímos da Catedral de Notre Dame, fomos para a Champs Élysées, para conhecer o Arco do Triunfo. Champs Élysées é a avenida mais badalada de Paris com bares, cafés, lojas e restaurantes.

O Arco do Triunfo fica na parte central da avenida Champs Élysées, é uma construção colossal, demoramos um pouco para entender como chegar até ele. Até que nos mostraram uma passagem subterrânea, tipo entrada de metro, que nos levou até a bilheteria para comprar o ingresso para subir de elevador até o topo.

A sua construção, com 50 metros de altura e 45 metros de largura, iniciou-se em 1806 por Napoleão I, mas foi terminada trinta anos depois, no reinado de Luiz Filipe. Monumento histórico e símbolo patriótico, onde encontra-se o túmulo do soldado desconhecido, em homenagem a todos os combatentes mortos. Lá está a Chama da Memória que é acesa todos os dias as 18h30 desde 1923. No interior do Arco do Triunfo há um museu, e do seu terraço há uma vista maravilhosa da cidade.

De cima do arco é possível ver a forma como as ruas de Paris foram concebidas para dar uma visão privilegiada aos guardas na época das revoluções.

Arco do Triunfo
Arco do Triunfo

 

Arco do Triunfo
Arco do Triunfo
Vista do Arco do Triunfo
Vista do Arco do Triunfo

Para todos os lados que você olhe, a visão é a mesma. Ruas em perpendicular, formando uma estrela ao redor do arco, e lá em baixo como a rua em volta dele é circular, e não há semáforos, o trânsito é um caos organizado…rs. Todos os carros tentando passar ao mesmo tempo.

Museu do Louvre – Paris

No dia seguinte fomos conhecer o Museu do Louvre, localizado dentro do Palácio do Louvre. Uma construção de tirar o fôlego. Foi sede do governo monárquico desde o reinado dos Capetos até Luiz XIV. Em 1692 o edifício foi transformado em museu.

As pirâmides de vidro, são incríveis.

Para conhecer todo o interior do museu seriam necessários uns 3 dias. Então escolhemos alguns itens e fomos em busca deles, o primeiro, como não poderia deixar de ser: Monalisa. Uma missão complicada chegar perto para um boa foto.

 

Museu do Louvre - Paris
Museu do Louvre – Paris
Pirâmide Invertida - Museu do Louvre
Pirâmide Invertida – Museu do Louvre

Depois rumamos em busca da pirâmide de vidro invertida, quem leu  o livro O Código Da Vinci, entenderá.

Claro que no caminho até estas obras, vimos outras deslumbrantes de artistas renomados, entre esculturas e telas.

Sem contar que o teto do prédio já é uma obra de arte, literalmente. Neste link você encontrará informações sobre horários, datas de funcionamento e também poderá comprar os ingressos

Detalhes do Teto do Museu do Louvre - Paris
Detalhes do Teto do Museu do Louvre – Paris

 

Outros pontos turísticos de Paris

Existem inúmeros lugares para conhecer em Paris além dos mencionados no texto, abaixo alguns deles.

A ‘ponte do amor’ onde os enamorados colocavam, e colocam até hoje, seus cadeados nas grades em sinal de amor eterno. 

Hotel dos Inválidos, construção de 1670, feita para abrigar os inválidos dos exércitos franceses, até hoje tem esta finalidade, mas também é utilizado como necrópole e abriga vários museus.

Grand Palais, construído em 1897 para abrigar a Exposição Universal de 1900.

Ópera Garnier,  construída em 1669 em estilo neobarroco, tem capacidade para 1979 espectadores.

Hotel dos Inválidos - Paris
Hotel dos Inválidos – Paris

 

Grand Palais - Paris
Grand Palais – Paris
Ópera Garnier - Paris
Ópera Garnier – Paris

 

Galeria Lafayette, iniciou em 1893 sendo uma loja na esquina da rue La Fayette. Depois foi crescendo e incorporando lojas em todo o quarteirão, até a compra do prédio todo pelos primos Theophile Bader e Alphonse Kahn. Hoje a loja conta com 10 andares onde encontram-se as mais famosas marcas de perfumaria, joias e roupas, veja mais neste link.

Place de La Concorde, uma das maiores e mais famosas praças de Paris, fica no inicio da avenida Champs Elysees, e foi palco de vários acontecimentos históricos.

Trocadero, onde encontra-se a famosa Fonte de Varsóvia de 1937, e de onde se tem uma vista privilegiada da Torre Eiffel.

Galeria Lafayette - Paris
Galeria Lafayette – Paris

 

Praça de La Concorde - Paris
Praça de La Concorde – Paris
Trocadero - Paris
Trocadero – Paris

 

Lembre-se que um dos requisitos para entrar nos países da União Européia como turista é ter um seguro viagem. Então para evitar dor de cabeça, faça sua cotação de Seguro Viagem neste link. Com o Código promocional DECAPRALA5 obtenha 5% de desconto em seu seguro. Você terá o comparativo dos melhores seguros. 

Estes foram alguns lugares que conheci em Paris, esta cidade encantadora, cheia de história e belezas. Caso tenha alguma dúvida quando estiver montando seu roteiro, deixe seu comentário aqui. Será um prazer responder. Gostou destas dicas? Então siga o blog no Facebook, Instagram e Pinterest para saber mais novidades. Até o próximo post.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×
Seguir Alessandra Lima:

SEO e Redatora

Sou Alessandra, uma pessoa apaixonada por viagens. Sou formada em Comércio Exterior e escrevo o blog De Cá Pra Lá desde 2014. Adoro ler e tirar fotos, principalmente das paisagens dos novos lugares que conheço. Seja bem vindo ao blog De Cá Pra Lá.

2 Responses

  1. Pedro Henriques

    Paris é uma cidade fabulosa, andei por lá 4 dias e conheci praticamente tudo o que tinha na minha lista. Esta lista que apresentas também contém as partes importantes, vi que faltou esse edificio da ópera, que terei curiosidade em visitar num proximo regresso!

    • Alessandra Lima

      Olá Pedro.
      Adoro Paris, um lugar cheio de história e com lugares lindos para conhecer.
      Que bom que encontrou algo mais para conhecer por lá no post.
      Abraços.
      Alessandra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *