Pedra da Macela em Cunha, o que você precisa saber antes de ir

postado em: Brasil | 2
1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 1 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 1 Flares ×

A cidade de Cunha tem uma grande elevação em relação ao nível do mar. Em média 1100 metros de altitude, sendo o Pico da Pedra da Macela seu ponto mais alto, com 1840 metros.

Além do Pico da Pedra da Macela, Cunha tem muitas opções de passeio, tanto na cidade quanto no campo. Pois está cercada por montanhas, cachoeiras e Parques de preservação ambiental, como o Parque Nacional da Bocaina e Parque Estadual da Serra do Mar.

A cidade também oferece opções folclóricas a seus turistas, como o congada, Moçambique, catira e festas típicas como a do Pinhão, por exemplo.

Neste outro texto falo um pouco sobre o que fazer em Cunha, e suas várias opções de passeio.

 

Pedra da Macela - Vista das Montanhas
Pedra da Macela – Vista das Montanhas

 

Como chegar ao Pico da Pedra da Macela

Como todos os passeios que indiquei no post anterior, todos ficam na Estrada Cunha-Paraty. Esta é a antiga Estrada Real, usada na época do do império para o transporte de ouro e diamantes, de Minas Gerais, aos portos do Rio de Janeiro. A cada trecho da estrada há um marco informando em que ponto da estrada o visitante está.

O trecho entre Cunha e Paraty é parte do chamado Caminho Velho e foi aberto no século XVII. Dá uma certa emoção encontrar estes marcos pelo caminho e saber quanta história já se passou por ali.

Mas, voltando ao Pico da Pedra da Macela, para chegar até ele, saindo do centro de Cunha, seguindo 21 km pela Estrada Real (Cunha-Paraty) à sua esquerda haverá uma saída para uma estrada de terra, há placas nesta entrada.

A partir deste ponto, esteja preparado para sacolejar um bocado. Este trecho em estrada de terra tem 5 km, curto, mas está em péssimo estado de conservação. Com muitos buracos, pedras pequenas e grandes, é preciso muito cuidado para passar.

 

Pedra da Macela - Vista das Montanhas
Pedra da Macela – Vista das Montanhas

 

Quando estive lá não estava chovendo, o que ajudou um pouco, mas creio que em dias de chuva seja impossível chegar ao pico, sem um veículo 4 x 4. Não é aconselhável fazer este caminho com carro muito baixo.

No final dos 5 km haverá um porteira que fica fechada, mas há um espaço para pedestres passarem, conhecido como passa um. Dependendo do horário que você for, terá que parar o carro bem longe da entrada do pico. Nós fomos a tarde, por volta das 15h00, pois queríamos assistir ao por do sol. Neste horário já havia vaga para estacionar próximo a porteira.

Para visitar a cidade de Cunha você pode fazer uma busca de hospedagem em Cunha utilizando este link. Você conseguirá as melhores opções em hospedagem, com o melhor custo benefício, e ainda ajudará o blog De Cá Pra Lá a continuar dando dicas para suas viagens.

 

Pedra da Macela - Vista das Montanhas Cunha
Pedra da Macela – Vista das Montanhas Cunha

 

Como é a subida da Pedra da Macela

Bem, chegando a porteira de entrada, não há erro, é uma estrada única. Partes da estrada é concretada, parte dela já perdeu o concreto e está na terra.

Toda a subida é feita a pé, pois não é permitido entrar com carro, e não seria possível devido aos grandes buracos pelo caminho.

Da porteira de entrada até o topo do Pico da Pedra da Macela, são 1840 metros de altitude, o caminho é todo em subida, bastante íngreme e em curvas. E devido as curvas a distância total de subida é de 2100 metros.  

 

Pedra da Macela - Subindo a Trilha
Pedra da Macela – Pessoal Subindo a Trilha

 

É necessário um bom preparo físico para chegar ao topo, pois não há trégua , é subida o tempo todo. Os joelhos gritam e a respiração também.

A decida não é muito mais fácil, os joelhos sentem mais, pois com a inclinação é preciso ir freando e o peso do corpo recai todo sobre os joelhos.  Contei neste outro post, sobre outro passeio muito legal que também exige um pouco de preparo físico para fazer, é o Parque Nacional de Itatiaia, você vai gostar.

 

Pedra da Macela - Vista do Mar
Pedra da Macela – Vista do Mar

 

Para que então, subir a Pedra da Macela?

Você deve estar se perguntando, se é tão difícil chegar ao Pico da Pedra da Macela, pra que subir. Bem a resposta é simples. Assim como na vida, nem sempre o caminho para as melhores recompensas, são os mais fáceis.

O topo da Pedra da Macela é uma instalação de antenas de sinal de celulares, nada demais. Porém a vista que se tem lá de cima é espetacular. Você esquece completamente todo o sacrifício feito para chegar lá.

Chegando lá em cima, do lado esquerdo das antenas você terá o melhor ponto para visualizar um por do sol maravilhoso. Além disso terá uma vista linda das montanhas ao redor.

 

Pedra da Macela - Vista do Mar
Pedra da Macela – Vista do Mar

 

Já do lado direito das antenas você terá a vista mais impressionante. Dali é possível avistar o mar, as montanhas e a cidade de Paraty inteira. Só estando lá para saber como é esta sensação.

Eu escolhi fazer este passeio a tarde, para ver o por do sol. Mas é totalmente possível subir durante o dia. É bom lembrar que se caso houver neblina no dia de sua visita, não será possível visualizar o mar e Paraty.

Dizem que assistir o nascer do sol de lá de cima é ainda mais lindo. Por isso havia muitas pessoas subindo com suas barracas para fazerem acampamento lá no topo.

Não há custo para este passeio.

 

Pedra da Macela - Vista do Mar
Pedra da Macela – Vista do Mar

 

Cuidados ao subir à Pedra da Macela
  • Leve protetor solar e repelente para insetos;
  • Vá com calçado fechado, botas de treccking ou tênis;
  • Ajuda bastante subir apoiando-se a um “cajado”, que pode ser um galho de árvore caído na estrada, tanto na subida, quanto na descida;
  • Caso faça a subida a tarde, para ver o por do sol, leve uma lanterna, pois durante a descida já estará quase noite, e o caminho é muito esburacado, e pode tornar-se perigoso;

 

Pedra da Macela - Por do Sol
Pedra da Macela – Por do Sol

 

  • Leve um agasalho, principalmente nos meses mais frios, venta muito lá em cima e faz bastante frio;
  • Leve uma reserva de água, pois por lá não há estrutura de lanchonetes, nem banheiros;
  • Também é interessante levar lanche, caso queira ficar por lá bastante tempo;
  • Lembre-se de manter a natureza pelo caminho da mesma forma que a encontrou, portanto leve uma sacolinha para colocar restos de frutas e embalagens, e traga de volta com você.

 

Pedra da Macela - Vista do Mar
Pedra da Macela – Vista do Mar

 

Minha experiência na Pedra da Macela

Como enfatizei, a subida até o Pico é bastante íngreme e cansa bastante, além de forçar os joelhos.

Alertei também, para utilização de lanternas, caso volte depois do por do sol, pois a decida se torna muito perigosa devido aos buracos na estradas. Que não são poucos e nem pequenos.

Assisti ao por do sol lá em cima e voltei antes de o sol baixar totalmente, não queria descer no escuro. A descida força bastante os joelhos, que já estavam cansados da subida, mas também é bem mais rápida. Para subir levamos 1 hora, a descida levou 30 minutos.

 

Pedra da Macela - Por do Sol
Pedra da Macela – Por do Sol

 

Mas, cometi um erro bem primário, quando estava quase no final da descida, ficou mais escuro, e ao buscar a lanterna do celular, não parei de caminhar, e pisei dentro de um buraco bem fundo.

Resultado torci dolorosamente o meu tornozelo, na hora que aconteceu, a dor foi tão intensa que pensei ter quebrado o pé. A sorte é que faltava somente uns 100 metros até o local onde o carro estava estacionado.

De lá fui para o pronto socorro, o tornozelo todo inchado e roxo, mas felizmente foi somente uma torção mesmo. Ainda bem que era o último passeio da viagem, eu voltava a São Paulo no dia seguinte. Agora é fazer repouso para recuperar.

Portanto, redobrem a atenção ao subir e ao descer do Pico da Pedra da Macela. Mas mesmo com todas as dificuldades valeu a pena o passeio.

 

Pedra da Macela - Por do Sol
Pedra da Macela – Por do Sol

 

Fontes Históricas:

Prefeitura de Cunha

Instituto Estrada Real

Esta foi minha experiência no Pico da Pedra da Macela, em Cunha. Espero que ajude você a organizar seu passeio e seu roteiro. Caso tenha alguma dúvida, deixe seu comentário aqui embaixo, terei prazer em responder. Gostou destas dicas? Então siga o blog no Facebook, Instagram e Pinterest para saber mais novidades. Até o próximo post.

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 1 LinkedIn 0 Google+ 0 Filament.io 1 Flares ×
Seguir Alessandra Lima:

SEO e Redatora

Sou Alessandra, uma pessoa apaixonada por viagens. Sou formada em Comércio Exterior e escrevo o blog De Cá Pra Lá desde 2014. Adoro ler e tirar fotos, principalmente das paisagens dos novos lugares que conheço. Seja bem vindo ao blog De Cá Pra Lá.

2 Responses

  1. Vinicius

    Adorei a descrição para caminhada até a pedra da Macela. Minha dúvidas foram todas sanadas com sua explicação. Parabéns pelo divulgação. Irei fazer em breve está visita e me ajudou muito!
    Atenciosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *